fbpx
5 erros de fluxo de caixa que sua indústria não pode cometer

5 erros de fluxo de caixa que sua indústria não pode cometer

eBook Como bater as metas: uma dica para produzir mais e melhorPowered by Rock Convert

Você sabe quais são os erros no fluxo de caixa de que a sua indústria de confecção deve fugir?

Entender a gestão financeira garante uma administração empresarial mais preparada para os imprevistos que venham a acontecer. Assim, o fluxo de caixa deve ser elaborado considerando todos os recursos disponíveis em bancos e investimentos de curto prazo. Não manter esse controle pode trazer alguns inconvenientes.

Imagine, por exemplo, que um cliente cancelou a sua encomenda de última hora e, por isso, você não sabe o que fazer para comprar as matérias-primas de outra coleção que já estava agendada. O ideal seria ter realizado um planejamento e se antecipado para situações assim.

A prevenção ainda é a melhor solução. Pensando nisso, listamos 5 erros no fluxo de caixa que a sua indústria de confecção não deve cometer. Continue a leitura!

1. Deixar os lançamentos de caixa desatualizados

O fluxo de caixa deve ser atualizado diariamente para que ele forneça informações confiáveis em tempo real. Com esses dados o gestor identifica a necessidade de realizar um empréstimo ou investir nas vendas à vista, aumentando o dinheiro a curto prazo.

Além disso, o gestor precisa ficar atento e acompanhar todos os lançamentos financeiros como: lanches, fretes, pagamento de fornecedores e investimentos, dentre outros.

2. Utilizar as categorias genéricas na gestão financeira

É importante que todos os lançamentos sejam discriminados a fim de que posteriormente, sejam acompanhados por meio de relatórios inteligentes.

A correta identificação vai proporcionar um controle mais organizado. Por exemplo, crie as categorias por áreas em sua indústria de confecção e depois as subcategorias para um gerenciamento mais detalhado.

3. Contar com dinheiro que ainda não entrou

A venda somente deve ser validada depois que o dinheiro estiver em caixa. Jamais conte com uma venda para comprar matérias-primas. Verifique a possibilidade de organizar o capital de giro responsável por financiar as contas de curto prazo.

4. Misturar as finanças pessoais e empresariais

Na hora de criar as categorias, organize somente as da empresa e não misture com os lançamentos pessoais. Você só deve realizar os lançamentos empresariais e organizar por planos de contas da instituição.

Caso queira realizar um controle financeiro pessoal, crie um plano de contas e organize os débitos e créditos individualmente.

5. Realizar a gestão financeira manualmente

Os lançamentos de vendas devem ser automatizados garantindo mais produtividade para a sua equipe e otimizando os processos organizacionais.

Lembra daquela situação da introdução? Se você tivesse um capital de giro, seria muito mais fácil comprar as matérias-primas sem depender das vendas, certo?

Sem dizer que a organização financeira empresarial se integra com todas as áreas. Desde a entrada de matérias-primas, com os lançamentos contábeis da nota fiscal eletrônica, até a venda do produto acabado com o dinheiro em caixa.

No geral, percebe-se que os erros são simples de serem reduzidos ou evitados à medida que a empresa implementar um sistema de gestão empresarial.

Principalmente por ele ser excelente não apenas para as finanças, mas para o planejamento e controle da produção, para aumentar as vendas e controlar a gestão de estoque, dentre outras vantagens.

Evite esses erros no fluxo de caixa ao adquirir as nossas soluções tecnológicas. Somos uma empresa de software e estamos há mais de 25 anos no mercado, entregando soluções sérias e humanizadas. Fale conosco e comprove você também a qualidade de nossos serviços.

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário





Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail