Elisão fiscal: saiba como pagar menos impostos dentro da lei

Elisão fiscal: saiba como pagar menos impostos dentro da lei

eBook Prejuízo com ordens de produção veja o porquêPowered by Rock Convert

Elisão fiscal é um método muito interessante para reduzir os custos e impostos da sua empresa. Ela evita a alta taxação a partir de recursos jurídicos, ou seja, totalmente dentro da lei. Existem vários meios para realizar essa estratégia de forma segura e consciente.

Trata-se de um conjunto de ações planejadas para se adequar à jurisdição ou se aproveitar de brechas. Por isso, o termo não deve ser confundido com evasão fiscal. Nesse caso sim existe a configuração de crime, já que a evasão inclui falsificações e alterações de documentos para fugir da tributação.

Mas como desenvolver a elisão fiscal? Se você quer saber o que fazer para economizar nos impostos, confira as dicas a seguir!

Adote um planejamento tributário

O planejamento tributário é essencial para cortar custos com impostos dentro da lei. Existem vários fatores que devem ser levados em conta, auxiliando também no controle dos custos internos. Para começar, você deve conhecer todas as obrigações fiscais do seu negócio.

Vale também ter atenção à expectativa de receita bruta e faturamento, despesas operacionais e de pessoal, além do histórico da empresa. Acompanhar índices como esses é fundamental e você pode contar com a ajuda de um contador e um sistema de gestão integrada para facilitar visualização.

Escolha o melhor regime de tributação

Outro fator importante no planejamento é o regime tributário. Você precisa garantir que utiliza o sistema mais adequado para o seu negócio.

No caso de empresas pequenas, o Simples Nacional é o regime mais indicado na maioria dos casos, principalmente se a folha de pagamentos for superior a 40% do faturamento total. O sistema tem as menores taxas e facilita o pagamento por meio das guias de DAS.

Mas fique atento aos índices! De acordo com os ganhos da empresa, você pode ter que se adequar ao Lucro Real ou ao Lucro Presumido.

Analise os incentivos fiscais

Os incentivos fiscais são muito importantes para ajudar no desenvolvimento econômico de uma região e você deve aproveitá-los. Eles são medidas importantes na redução da tarifação e ainda ajudam no fluxo de caixa, mas a sua empresa precisa se adequar às exigências e contribuir para o crescimento econômico local.

Se você tiver impostos atrasados, pode verificar junto ao credor se tem acesso ao REFIS. O programa busca ajudar as empresas a efetuarem o pagamento eliminando os juros.

Busque as melhores opções para a sua situação, identifique os incentivos disponíveis e aproveite os benefícios que eles podem proporcionar!

Reduza o pró-labore

O pró-labore está sujeito às despesas relacionadas à folha de pagamento. Isso inclui a contribuição para o INSS, o FGTS, décimo terceiro salário e férias dos funcionários, entre outros direitos trabalhistas.

Com tantos descontos, o abatimento no pró-labore pode ser bem elevado. Para evitar esse cenário, você precisa reduzir o pró-labore. O valor mínimo está relacionado ao salário-mínimo, já que não é possível recolher valor menor que ele.

Se houver lucros acumulados, você pode fazer uma distribuição do saldo restante em forma de lucro, já que as retiradas nesse sentido não entram para o imposto de renda para pessoa física.

Evite atrasos nos pagamentos

Manter os salários em dia é essencial para evitar multas e taxas. Mais do que isso, você deve estar atento às tributações, realizando os pagamentos adequadamente.

A falta de depósito do FGTS, por exemplo, é encarada como sonegação fiscal, causando riscos de processos. Quanto mais atrasado for o depósito desses valores, mais difícil ficará para pagá-los, o que pode levar a Justiça a determinar penhora de bens, bloqueios de contas, entre outros contextos.

Manter as despesas organizadas evita o aumento de tributações e impostos, já que a empresa fica responsável também por cobrir os juros e outras taxas referentes aos valores.

Essas são algumas dicas de estratégias para elisão fiscal que o ajudarão a reduzir os custos com impostos sem quebrar a lei. Se você trabalha com nota fiscal, também precisa acompanhá-las adequadamente. Conheça a NFCe e veja como ela pode facilitar essa questão!

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário

Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail