5 dicas para um Planejamento e Controle de Produção (PCP) bem feito

5 dicas para um Planejamento e Controle de Produção (PCP) bem feito

eBook Como bater as metas: uma dica para produzir mais e melhorPowered by Rock Convert

A indústria de confecção vive em um cenário versátil, pois necessita produzir de acordo com as vendas. Portanto, é preciso que o gestor realize um planejamento e controle de produção otimizado, prático e que seja capaz de diferenciar a empresa no mercado.

É preciso saber exatamente os custos e as despesas com a produção e os processos que estão envolvidos, bem como programar as etapas, acompanhar o desempenho e implantar melhorias.

Aqui você vai entender como funciona o PCP e quais são os benefícios de um software ERP para o planejamento e o controle da produção. Ao final, listamos as 5 melhores dicas para um planejamento e controle de produção efetivo. Acompanhe!

Entenda mais sobre planejamento e controle de produção

O PCP (planejamento e controle de produção) possibilita uma visão global a respeito da indústria. É uma ferramenta que auxilia na tomada de decisão e serve para planejar desde o processo de transformação de matérias-primas até o produto acabado.

Além disso, o gestor sabe exatamente o tempo que dura cada processo, identifica as falhas e evita desperdícios de matérias-primas no momento da confecção.

Para tal, ele deve responder às seguintes perguntas, que são também chamadas de princípios do controle produtivo:

  • o que e quanto produzir/comprar;
  • onde produzir;
  • quando comprar;
  • como produzir.

Com a Quarta Revolução Industrial, o PCP se tornou indispensável para as indústrias 4.0. O controle produtivo tem a finalidade de automatizar os processos repetitivos, diminuir as falhas operacionais, reduzir os custos e tornar as vendas e entregas mais rápidas para o consumidor final — cada vez mais exigente e seletivo.

Ao utilizar um sistema ERP, o seu cliente já envia as solicitações do pedido com todos os detalhes, gerando uma ordem de produção. Além disso, cada etapa pode ser acompanhada e avaliada, sendo possível identificar qualquer falha na cadeia produtiva, minimizando os custos operacionais.

Confira alguns benefícios do software ERP para planejamento e controle de produção

Agora que você já sabe o que é o PCP, entenda como a sua cadeia produtiva será beneficiada com um sistema inteligente.

Auxilia nas decisões estratégicas

As informações financeiras e administrativas ficam reunidas em um único software, garantindo segurança e praticidade nas decisões organizacionais.

Isso acontece porque o sistema registra os lançamentos de entrada, atualização de cadastros, vendas e contas a receber, atualizando automaticamente o fluxo de caixa da indústria de confecção.

Garante o estoque em dia

Falando em estoque, um software ERP integra a entrada de matérias-primas por peças, proporcionando um controle rígido de giro de estoque e gerando relatórios como o de estoque obsoleto.

Dessa forma, a indústria estará com o estoque atualizado, dando mais segurança para a mão de obra produzir sem se preocupar com a falta de matérias-primas.

Além disso, a ficha técnica automatizada também é uma ponte nesse controle, porque ela estabelece e automatiza um padrão de produção.

Com um software, todas as informações serão exatas e automatizadas até mesmo antes de ir para a mesa de corte. Além disso, o sistema salva a modelagem e você poderá consultá-la quando desejar.

Minimiza os custos operacionais

O controle de estoque e matéria-prima vai ser o precursor para os seus custos despencarem. Sabendo exatamente o quanto de matéria-prima é necessário para a produção ideal, você reduz os desperdícios.

Primeiramente você minimiza a utilização de insumos, otimiza o tempo de produção e depois aloca a sua mão de obra para uma área mais estratégica, evitando uma contratação extra.

Outra vantagem é que todos os processos — de entrada, ordem de produção, emissão de notas fiscais, recebimento no financeiro, manuseio de matéria-prima e produto acabado — são rápidos e eficientes.

Rastreia os recursos obsoletos

Com o planejamento e controle de produção organizado e automatizado, o gestor terá tempo para estudar meios de reduzir os custos na indústria de confecção. Uma forma de realizar isso é identificando pontos de gargalos, desperdícios de matéria-prima ou mão de obra ociosa, alocando-os para os setores que estejam precisando de recursos.

Continue a leitura e confira 5 dicas simples e práticas para você ter melhores resultados com o PCP.

Confira 5 dicas para realizar corretamente o planejamento e controle de produção

Agora que você já conhece os benefícios do PCP, saiba mais sobre como tornar a sua indústria mais eficiente com a automatização.

1. Conheça a sua indústria

É de suma importância que o gestor esteja munido de informações acerca do seu negócio, entendendo sobre a mão de obra, os recursos financeiros disponíveis e o ticket médio de vendas.

Com essas informações, o PCP capta e integra todos os setores: criação, compras, vendas, estoque, produção e finanças, a fim de que o gestor trace objetivos estratégicos, estime as vendas e planeje os recursos necessários para atender às demandas de curto, médio e longo prazo.

2. Saiba como funciona o PCP

O PCP tem uma estrutura de etapas de produção. Cada processo deve ser executado conforme o planejamento, a programação e o controle.

  • Planejamento: planeja o que deve, quando, quem e como as roupas devem ser confeccionadas.
  • Programação: com base no planejamento antecipado, o gestor programa os processos e os recursos da cadeia produtiva.
  • Controle: acompanha, verifica, analisa e corrige eventuais falhas nos processos antes de vencer o prazo, atingindo os objetivos que foram estabelecidos.

3. Elabore uma programação

Após entender bem a sua empresa e verificar as fases do PCP, elaborar um roteiro para a programação é uma parte importante da gestão da produção.

Converse com o líder de cada setor a respeito do nível de produtividade e das carências tecnológicas e verifique se as máquinas precisam de manutenção ou se a matéria-prima é suficiente para produzir.

4. Certifique-se de que o estoque está em dia

O estoque é o coração do planejamento da produção. Não adianta planejar as matérias-primas para confecção se o estoque está errado ou negativo.

É importante que o gestor acompanhe e, caso seja preciso, solicite o ajuste antes do lançamento da nota fiscal. Além disso, ele pode realizar inventários periódicos.

O sistema de ERP possibilita que o gestor informe o estoque mínimo e máximo, tanto para matérias-primas quanto para produtos acabados. Isso serve para que a ficha técnica da indústria de confecção detalhe o consumo que será despendido para a produção das roupas.

5. Monitore os resultados

Analise se as ordens emitidas foram cumpridas corretamente, o quanto a indústria de confecção economizou na produção e nas obrigações fiscais, e se todos os resultados foram alcançados.

Com essas dicas, o gestor fica por dentro de tudo o que acontece em cada setor, entende, aplica os métodos de cada fase do PCP, controla o estoque e acompanha os resultados. Em suma, o PCP é um processo para planejar todos os fluxos de uma cadeia produtiva.

Temos certeza de que, com essas dicas, o planejamento e controle de produção ficará mais otimizado e padronizado. Além disso, será possível aumentar o lucro com a sua indústria de confecção.

Agora que você já sabe os benefícios do PCP, entre em contato com a nossa equipe e ganhe vantagem competitiva no mercado!

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário

Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail