fbpx
Como fazer o controle de matéria-prima na indústria de confecção?

Como fazer o controle de matéria-prima na indústria de confecção?

Powered by Rock Convert

Já aconteceu de você olhar o estoque e encontrar uma quantidade enorme de materiais mesmo que o seu negócio tenha lucratividade? Saiba como o controle de matéria-prima é a solução para esse problema.

Se você não controlar o estoque de entrada, saída e armazenagem, a sua competitividade cairá e a sua qualidade ficará comprometida. Isso porque o controle de materiais é responsável por reduzir os custos operacionais, produtivos e de estocagem.

Continue a leitura para entender todos os processos de controle em uma indústria de confecção e como eles devem ser realizados.

Como realizar o controle de matéria-prima na confecção?

Há diversos meios de acompanhar os materiais em uma indústria, mas nada é mais seguro do que utilizar um software de confiança para isso. Ele registra todos os detalhes da matéria-prima desde a entrada, até o rastreamento e o consumo na ordem de produção.

Esses processos otimizam o tempo de planejamento e controle da produção, auxiliam o setor de compras, o financeiro e o controle da qualidade. O controle de materiais exige muito comprometimento e envolve todos os departamentos de uma empresa. A seguir, você verá as dicas para manter o seu estoque conforme a demanda.

Automatize todos os processos da indústria de confecção

A primeira dica é automatizar os processos repetitivos. Por exemplo, ao dar entrada na nota fiscal eletrônica, o setor financeiro será envolvido. Uma vez que a data do vencimento do boleto consta no documento, ele já entra para o conjunto de contas a pagar do seu financeiro. Imediatamente, o setor examinará a disponibilidade em caixa e programará o pagamento para a data prevista. Viu como fica prático?

Planeje uma demanda contínua

Com a automatização, o gestor acompanha o ticket-médio das suas vendas e o giro de estoque para programar as matérias-primas que serão necessárias para fabricar as coleções. Logo, ele terá condições de evitar o desperdício de matérias-primas ou o excesso de produtos de determinadas coleções.

Estabeleça o estoque mínimo

Após entender a demanda da indústria, o gestor informa a quantidade mínima para o sistema avisar ao setor de compras. A isso, damos o nome de estoque mínimo, ou seja, é o mínimo de materiais que a empresa precisa para atender as ordens de produção.

Assim que os materiais chegam à indústria, o setor dá entrada na nota fiscal na qual é gerada uma etiqueta de controle para rastreamento posterior. Na nota fiscal, a quantidade de mercadorias que entrarão para o estoque é informada e, por meio das vendas e entregas de produtos acabados, o gestor determina o estoque mínimo. Quando o estoque atingir o valor, o sistema de compras será acionado.

Realize inventários

Mesmo estabelecendo o mínimo, é necessário realizar balanços de materiais e produtos finalizados. O sistema gera uma lista de insumos utilizados para que eles sejam conferidos. Após a contagem, os números devem bater com a quantidade que consta no sistema.

Infelizmente, nem sempre os resultados coincidem, porque existem outras variáveis que devem ser consideradas: perdas, danos, furtos, avarias, entre outros. Mas uma coisa é certa: o inventário serve justamente para identificar e corrigir esses problemas sem comprometer os outros processos da indústria.

Tenha um controle de qualidade

Outra dica é realizar o controle de qualidade, que é responsável por tornar os processos mais eficientes e garantir que atendam às necessidades dos clientes. Para tanto, a indústria do vestuário deve buscar as certificações da área e monitorar os dados por meio da ficha técnica.

Entre outras vantagens, o controle de qualidade eficaz acompanha as matérias-primas utilizadas nas confecções que são de origem natural ou química. Alguns tecidos são produzidos por meio de fonte animal: a lã, a seda, a rami. Enquanto outros são de origem química: a viscose, o acetato, o elastano. Todos eles devem ser fornecidos por empresas aprovadas pelas certificações de qualidade que prezam pela sustentabilidade.

No geral, o controle de matéria-prima é abrangente e envolve todas as áreas bem como contribui para a entrega eficiente para o cliente. Além disso, manter o estoque em dia e confiável garante vendas seguras e constantes.

Já pensou em implementar o controle de matéria-prima na sua confecção? Faça o teste sem compromisso do nosso software e comprove você mesmo a praticidade e rapidez em todos os seus processos.

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário





Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail