Como calcular a capacidade produtiva na sua confecção?

eBook Como bater as metas: uma dica para produzir mais e melhorPowered by Rock Convert

Você sabe qual é a capacidade produtiva da sua indústria de confecção? Saiba que a produtividade está mais relacionada à estimativa da produção e demanda do que ao excesso de coleções.

Muitos gestores têm dificuldade para aumentar a produtividade porque não entendem sobre os aspectos a que ela está relacionada. Quando a capacidade produtiva é menor que a demanda, a sua indústria de confecção perde oportunidade de vender mais com cada uma das coleções.

Já se você produzir acima do que a demanda solicita, é muito provável que vá sofrer com os custos operacionais: excesso de estoque e mão de obra desperdiçada. Esse é um cenário ainda mais assustador.

Para ajudá-lo a criar formas de lidar com esses dois problemas, preparamos este artigo para você. Leia até o fim e entenda melhor o que é capacidade produtiva e veja algumas dicas para aumentá-la dentro da realidade da sua empresa!

O que é capacidade produtiva?

O cálculo por trás desse conceito não é complexo. Trata-se de uma divisão em que numerador é o quanto foi produzido e o denominador é uma unidade de tempo à sua escolha. Assim, sua capacidade produtiva pode ser calculada tomando como base um dia, uma semana, um mês ou qualquer outro período. A fórmula fica da seguinte forma:

CAPACIDADE PRODUTIVA = QUANTIDADE DE PRODUTOS/TEMPO

Então, isso significa que tudo que se tem a fazer é produzir o máximo possível no menor espaço de tempo, certo? Errado. Como fizemos questão de frisar na introdução deste artigo, a capacidade produtiva de uma empresa é regulada, principalmente, pela demanda de mercado.

É fácil imaginar o porquê disso: produção constante com poucas vendas acaba com o espaço no estoque, obriga a empresa a baixar os preços e pode gerar enormes prejuízos financeiros.

Não se esqueça de começar verificando se há potenciais compradores para aquilo que você produz. Há muitos negócios que pecam nesse aspecto, e aumentar a produção sem demanda é algo muito difícil de reverter.

Como saber se a capacidade produtiva é a maior possível?

Considerando um cenário ideal de demanda muito maior que a oferta, como é possível compreender se uma empresa está rodando com sua capacidade produtiva máxima? Bom, a melhor solução para isso é examinar os processos e enxugar a produção.

Você deve partir das condições atuais da sua indústria: o espaço físico que ela tem à disposição hoje, quantos colaboradores emprega, que tipo de maquinário utiliza etc. Então, o próximo passo é compreender se o os processos, dentro dessa realidade, são os melhores possíveis.

Há métodos produtivos melhores? A ordem e os procedimentos são os mais rápidos? As condições oferecidas aos colaboradores facilitam sua produtividade? Uma soma de detalhes quase invisíveis pode ocasionar enorme perda de tempo, então examine tudo e faça testes.

Ao fim dessas melhorias, você saberá se a sua empresa comporta uma produção maior. Pode ser que o estoque tenha que aumentar para receber mais produtos, ou que seja impossível agilizar pelo fato de que não há mão de obra suficiente. Nesses casos, a única saída é investir mais.

Quais são os passos para calcular a capacidade produtiva?

As etapas acima visam a responder à pergunta: “minha empresa consegue produzir mais e mais rápido sem mudar sua infraestrutura atual?” Se a resposta for positiva, resta saber como fazer para isso acontecer.

Abaixo, disponibilizamos uma série de informações técnicas e conceitos de gestão. A função é que, somados e dispostos em uma certa ordem, esses conhecimentos formem um passo a passo para você aumentar a capacidade produtiva da sua indústria.

Assim, você terá contato com diversas fórmulas que permitem uma melhor compreensão da sua rotina, assim como poderá utilizá-las para identificar brechas na produção e solucionar essas brechas.

Conheça a capacidade instalada

A capacidade instalada é o máximo que todos os maquinários conseguem produzir durante 24 horas ininterruptas, incluindo as perdas produtivas ao longo de um mês.

O resultado é baseado em quantas peças a sua equipe e maquinários produz por hora, multiplicada pelo período de 24 horas. A fórmula da capacidade instalada é a seguinte:

CAPACIDADE INSTALADA = PEÇAS/HORA x 24 HORAS x 30 DIAS

Entenda a capacidade efetiva

A capacidade efetiva é o máximo que a indústria consegue produzir — considerando a mão de obra e maquinários disponíveis — e as perdas por ausências de matérias-primas e de funcionários em um dia. Nesse caso, você precisa calcular a carga horária dos seus colaboradores (8h por dia, por exemplo).

Assim, deve subtrair o tempo das pausas que ocorrem durante a jornada de trabalho do valor da capacidade instalada.

CAPACIDADE EFETIVA = CAPACIDADE INSTALADA – PAUSAS

Descubra a capacidade realizada

A capacidade realizada é o resultado de um período anterior menos todas as interferências técnicas (inesperadas) que comprometeram a produção.

Em um cenário hipotético, vamos supor que faltou energia por 2 horas seguidas em um dia de produção e você deseja saber quanto a sua equipe precisa produzir a mais ao longo do mês para superar esse déficit.

Então, deve utilizar o resultado da capacidade efetiva, diminuindo as perdas planejadas. Calcule do seguinte assim:

CAPACIDADE REALIZADA = CAPACIDADE EFETIVA – PERDAS DIÁRIAS

Defina a capacidade para cada produto

Aqui, você calcula a capacidade individual das suas peças, considerando quanto tempo os seus colaboradores gastam para produzir cada uma delas desde a ordem de produção, passando pela mesa de corte, costura e embalagem final.

Para isso, deve utilizar o resultado da capacidade instalada, dividindo-o pela quantidade de tempo que a sua equipe utiliza para produzir uma peça.

Medindo a capacidade produtiva da indústria, você estará por dentro dos níveis de produtividade da sua equipe. Isso possibilita realizar melhores projeções de vendas e faturamento da sua empresa.

No final, já é possível intuir o resultado desses esforços: crescimento organizado, com mais faturamento, processos sustentáveis e um negócio melhor gerenciado e que cresce a cada ano. Não é isso que você sonha para a sua indústria?

Agora que sabe mais a respeito da capacidade produtiva e conhece a importância de calculá-la para obter melhores resultados, compartilhe esse conteúdo nas redes sociais para que mais pessoas conheçam o assunto: Facebook, Twitter, Linkedin.

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário

Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail