fbpx

05 passos para evitar o excesso ou a falta de matéria-prima

Powered by Rock Convert

É necessário dentro de todo e qualquer negócio traçarmos objetivos e metas se quisermos alcançar o tão almejado sucesso. Um dos principais objetivos é produzir entre as quantidades mínimas e máximas para que o negócio se mantenha regularmente dando lucro. Para isso, temos que cuidar de uma área muito sensível do processo, que se chama controle de materiais na produção, pois é por falta de matéria-prima que normalmente temos nossos prazos e metas alterados.

Então, para não cair nessa cilada, iremos orientar você sobre as melhores práticas e técnicas que evitarão todo o trabalho dobrado com a falta de materiais na produção. Você ficará por dentro de tudo que é preciso para organizar e controlar o estoque de matéria-prima da sua confecção. Vamos lá?

1. Definir equipe

Os funcionários designados para o trabalho da gestão e movimentação de estoques e execução de demais rotinas do setor de almoxarifado são responsáveis por todo recebimento e acondicionamento dos materiais, o recebimento e a separação das requisições, os lançamentos de entradas e saídas dos materiais no sistema e etc.

Com organização, a equipe ganha tempo para realizar outros serviços relacionados ao desenvolvimento e melhoria do setor de estoque, tal como a limpeza e a diminuição de matérias que já estão precisando de direcionamentos para fazer o giro de capital, por estarem com data de armazenagem muito antiga ou simplesmente fora de coleção, diminuindo assim os custos de estoque e otimizando os processos de produção e venda de produtos acabados.

2. Organizar estoques

Os ambientes destinados aos estoques de matéria prima e acessórios devem executar fielmente as rotinas que proporcionam melhor acondicionamento, preservação, organização, identificação e movimentação dos insumos, como:

• Efetuar a contagem e arrumação de materiais, registros de entrada e saída de produtos, para assegurar o abastecimento conforme as demandas internas e externas existentes;

• Verificar a posição de estoque, examinando o volume de material de consumo e calculando as necessidades futuras, para preparar pedidos de reposição;

• Zelar pela conservação dos materiais e produtos estocados, providenciado as condições necessárias, a fim de evitar qualquer tipo de avaria ou danos aos mesmos;

• Efetuar o registro dos materiais em estoque, lançando os dados em documentos específicos via computador, para facilitar consultas e a elaboração dos inventários;

3. Utilize um sistema

Todo e qualquer planejamento requer uma forma de acompanhamento dos resultados e prazos estipulados para que o tempo de processo seja fielmente cumprido. Com um software de gestão, temos como avaliar as quantidades de materiais para serem utilizadas, as cores, os tamanhos, os tempos, os custos, as datas iniciais e finais de cada fase de cada processo envolvido e qual a mão de obra empregada em cada fase e sua real eficiência de tempo empregado.

Com isso, fica muito mais fácil enxergar os gargalos de produção e corrigir eventuais faltas de materiais e/ou excesso de tempo empregado para ser corrigido o mais rápido possível, garantindo assim a data prevista para a finalização do processo de produção e a data de entrega para o cliente.

4. Definir estoque mínimo

Para definir os estoques mínimos, inicialmente é preciso observar o potencial produtivo instalado, formatar as metas de produção, utilizando os tempos padrões de confecção dos produtos inseridos na linha de montagem.

Através do planejamento e programação de produção é possível dimensionar o estoque mínimo dos itens necessários para confecção dos produtos que atenderão as ordens de fabricação planejadas.

Desde a elaboração das fichas técnicas dos produtos, com as informações precisas dos insumos com seus respectivos consumos, cores, tamanhos, referências, preços entre outros dados, passando pela condensação de pedidos e consequentemente das ordens de produção, será possível visualizar o resumo de matéria prima e acessório a serem providenciados visando atender corretamente o volume de produção agendadas para um determinado período e a efetiva entrega nos prazos acordados com os clientes.

5. Como e quando comprar

A realização da compra é de suma importância para viabilizar com eficácia a fabricação dos produtos e atingir eficiência no cumprimento das metas através do estabelecimento correto das necessidades aquisitivas de matéria-prima.

É indispensável que o departamento de compras mantenha o foco nos quantitativos necessários para a demanda de produção, evitando sobras de materiais e consequentes prejuízos.

Fazer uma boa compra pede um posicionamento e atitude em prol da redução de custos e rápido abastecimento dos estoques. É preciso adequar os fatores estratégicos e logísticos a fim de evitar a aquisição de materiais que não serão consumidos e se tornarão ociosos, implicando na realização de um levantamento do que será adquirido, para o que e qual o tempo que a empresa dispõe para a chegada do mesmo, sempre observando a melhor estratégia para equilibrar fatores financeiros e logísticos gerando redução de espaço físico e prejuízos de capital

Conclusão

O excesso de matéria-prima irá lhe gerar um custo de capital imobilizado trazendo prejuízos até certo ponto calculáveis. Já quando o problema é a falta de matéria-prima, o prejuízo pode ser incalculável, pois essa falha no planejamento do processo produtivo pode resultar até mesmo na perda do cliente.

Trabalhando de forma planejada nas compras, na produção e nos prazos de entregas evitaremos, com toda certeza, os excessos e a falta de matéria-prima necessária para que os produtos sejam produzidos no prazo correto, podendo obter assim até uma redução nos custos do processo.

Bom, agora que você já compreendeu todos os pontos a serem levados em consideração para se evitar o excesso e a falta de matéria-prima, com certeza, vai querer saber a importância em manter um estoque organizado e um bom controle de materiais na produção, não é mesmo? Então clique aqui e conheça o material completo. 😀

Apresentação IndustWeb Sistema para ConfecçãoPowered by Rock Convert
Nenhum comentário.

Deixe seu Comentário





Não perca mais nenhum conteúdo!

Cadastre-se em nosso blog e comece a receber conteúdos fresquinhos sobre indústria de confecção em seu e-mail